22 outubro 2015

Resumo do império islâmico

O império Islâmico


O grande império islamismo era governado por Califas (Sucessor do mensageiro de deus). Eles eram os herdeiros legítimos do poder do profeta Maomé. Sobre seu comando estavam os Emires que eram os governadores de grandes territórios, mais tarde eles seriam reinos independentes governados por lendários sultões do oriente médio.

A casa dos muçulmanos refletia a vida simples do deserto, e a decoração era pouco confrontável. A vida dos homens e mulheres era quase que completamente separadas, e um podia ter até quatro esposas. As mulheres viviam em lugar chamado Arem ele era separado da casa.

Cultura

O imperio islamico também teve o seu momento de brilho, entre os anos de 750 e 1258. Quem governava nessa época eram os Abássidas, que eram descendentes diretos do profeta Maomé. Eles transferiram a capital do império de meca para Bagdá. Eles aprenderam diversas culturas assim sabiam fazer cerâmica, decoração, pintura, literatura etc... 
Na arte os muculaçucos nunca representavam pessoas, pois a religião na permitia adoração a imagens.

Os números

Mesmos antes do ocidente ter experiencia do renascimento da cultura, os árabes já estavam estudando os filósofos gregos, inspirados por esses grandes pensadores começaram a estudar o mundo natural e a aprender o principio da ciência. Foram os árabes que avançaram nos estudos de química, física, astronomia e álgebra. Eles também fizeram a forma simples e eficiente de representar os números, e deram o valor para cada número, o sistema é tão facil que é utilizado no mundo todo até hoje.

As mil e uma noites 

As mil e uma noites são uma enorme coleção de contos fantásticos do mundo árabe. Encantadores contos de princesas se apaixonando por aventureiros, tapetes voadores, esplendorosas conquistas, gênios da lampada. A primeira historia do livro fala sobre um sultão que estava triste porque sua esposa havia o traído, depois disso ele não confiava em nenhuma mulher. Ordenou que todas as noites uma moça nova fosse até seus aposentos, na manha seguinte ela seria morta. Foi então que uma moça decidiu entrar com um plano para evitar mais mortes, ela se ofereceu para ser a esposa por uma noite, quando encontrou com o sultão começou a contar  uma historia, na hora de dormir disse "amanha eu conto o resto", assim o sultão não a mataria para poder ouvir a historia. E isso aconteceu por mil e uma noites, finalmente ele libertou a garota e deixou. Até hoje essas historias são contadas, "Aladim e a lampada magica", "Simbad o marujo", e "Ali babá e os quarenta ladrões".
      
A influencia do islã

Pouco a pouco o grande império islâmico começou a ruir. Em 1258 a cidade de Bagdá foi atacada e destruída pelos Mongóis. Outros grupos de muçulmanos conseguiram formar grandes impérios como os Fatimidas no norte da África e os turcos otomanos no oriente médio,  na peninsular ibéricas os reinos muçulmanos existiram até 1492 mesmos ano que Colombo chegou a América. A historia cativante do islã mostra o quão grande o poder da fé pode ser, o profeta Maomé disse "A fé move montanha", e certamente ele tinha razão, depois de tantas conquistas realizada pelo império islamismo. Hoje em dia milhoes e milhoes de segidores rezam cinco por dia olhando para a meca e fazem uma peregrinação na cidade pelo menos uma vez na vida, isso mostra que a fé deles ainda está de pé, e que vai ficar lá por muito e muito tempo.   

    


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são muito importantes!